Clinica

Atendimento psicoterápico – Individual e grupo para Adultos, Casais e Jovens a partir de 18 anos.

O trabalho clínico inicia com uma Entrevista Psicológica que destina-se a um primeiro contato entre profissional e paciente, seja pessoa ou grupo, para que sejam conversados os motivos que levaram à busca de orientação, o que a pessoa pretende conseguir através da terapia.

Na etapa seguinte são feitas 5 consultas Iniciais, cujo objetivo é um levantamento de dados da situação e dos temas a serem investigados. Nesta fase entre outras coisas, será escrita uma Autobiografia Emocional pela pessoa ou grupo de trabalho.

Havendo a pessoa ou grupo decidido iniciar o trabalho terapêutico será estabelecido o plano de terapia e o prazo em que ela deverá ocorrer. As metas que se deseja alcançar. Pois, após um número determinado de sessões se fará um retrospecto para ver o que se conseguiu e como modificar as metas em caso de haver necessidade de mudanças.

O trabalho clínico tem como objetivo a orientação, a ajuda e o restabelecimento da “saúde”. A saúde aqui deve ser vista como o bem estar, e conseguir-se chegar as metas estabelecidas pelo próprio paciente. Trabalha para isso com o corpo, com as emoções, a mente e a essência nos níveis  físico-emocional- psíquico-criativo e espiritual.

  • No Nível Físico, o foco central é o restabelecimento do fluxo da força vital. É a força vital que anima o organismo e tem poder de manter a harmonia de todas as suas funções, atendendo as finalidades orgânicas da existência. O nosso corpo contém a historia pessoal de cada um de nós. Quando reconhecemos, que podemos entender e conhecer a nossa história, podemos  chegar a realizar internamente a liberdade de observar/refletir as nossas situações de vida, sob um novo aspecto.  Aí então, temos a real possibilidade de modificar os nossos costumes, adquiridos através dos tempos.

  • No Nível Emocional, concentra-se o trabalho na correção do desequilibrio  nos níveis emocionais e de estruturas de pensamento. Sentimento como fazedor de “arquivo das impressoes e experiências.
    equilibrio de nossas emoções assume o papel mais importante em nossa saúde seja mental quanto física. Os pensamentos se transformam em “coisas” que são acompanhadas pelos sentimentos.
    Os diferentes modelos de relação com as emoções serão aqui examinados, para o reconhecimento de em qual nivel nos comunicamos e quais são as nossas prioridades nesta expressão de relação. Aqui significa encontrar para cada um de nós a forma individual adequada de como lidar de forma positiva com as emoções, dentro de um campo real de nossas possibilidades.

  • No Nível Psíquico, o trabalho está voltado para a correção do desequilíbrio, de emoção e pensamento. Sentimento como fazedor de “arquivo” e pensamento como “qualificador” das impressões e experiências. Aqui esta a importancia em reconhecer, quem tem o Poder sobre os nossos pensamentos, como estes surgiram, como estes se alojaram em nossas vidas, se tornando  talvez até verdades, com as quais nós não aprendemos a lidar.

  • No Nível Criativo, pretende-se que através da expressão das situações vividas, sejam elas conflitos ou boas lembranças, chegue-se a prática da mudança. Aqui o tempo é transformado em arte como fator de investigação da própria experiência. Quais são os símbolos que se repetem e que significados êles contem. Neles, encontra-se a mensagem da transformação possivel do ser.

  • No Nível Espiritual, o silêncio é o instrumento de trabalho de unificação com a própria essência. Sentir a própria presença é o  fundamento do trabalho de autonomia que permite, conhecer o significado da própria existência. Poder ser, estar e entender que tudo é uma forma de aprendizagem.